Armadilhas que você deve evitar ao abrir uma empresa

Abrir uma empresa é um verdadeiro desafio, mas isso não impede que empreendedores continuem perseguindo seu sonho, fazendo o seu negócio ganhar vida e destaque no mercado.

No entanto, por maior que seja o empenho e a dedicação dos fundadores, alguns problemas podem impactar a nova empresa logo nos seus primeiros meses de vida ou mesmo antes dela nascer. Por isso, listamos uma série de armadilhas e como evitá-las para você ter um empreendimento de sucesso. Confira!

Montar a equipe errada

Ninguém alcança nada sozinho e em empresas isso não é diferente. Escolher bem que estará contigo em uma nova empreitada é passo fundamental para o seu sucesso. Escolha sócios e funcionários que compartilhem da sua visão sobre o empreendimento mas, ao mesmo tempo, não caia na tentação de escolher apenas quem te segue cegamente: toda empresa precisa de diversidade, por isso, conte com pessoas de experiências e vivências variadas sem perder, é claro, o alinhamento das ambições e objetivos.

Se equivocar na área de atuação

Você não precisa investir apenas em empreendimentos na área que você já tem conhecimento (embora esse seja o diferencial). O que realmente não tem chance de funcionar é concentrar seus esforços em um mercado com o qual você não tem o menor contato ou conhecimento.

Quer investir em um restaurante mas nunca fritou um ovo? Péssima ideia. Abrir uma empresa de TI, mas só o usa o seu próprio computador para enviar e-mails? Não caia nessa. Da mesma forma, é comum que novos empreendedores queiram investir em negócios que parecem estar super aquecidos em determinado momento: no último verão, entraram na moda as paletas mexicanas — uma espécie de picolé gourmet — por exemplo. Há quem caiu na tentação e abriu uma franquia ou negócio próprio para atuar na área. O resultado: a demanda caiu e pouquíssimas paleterias continuam firmes até hoje.

Por isso, tente conhecer o máximo possível o mercado em que você irá atuar: converse com concorrentes, fornecedores e clientes para estar por dentro no que acontece na sua área de atuação.

Abrir uma empresa “ilegal”

Provavelmente é a parte mais chata quando se quer abrir uma empresa: lidar com documentos, autorizações, alvarás, licenças e outras exigências do governo para que seu negócio não tenha problemas com a lei.

No entanto, cair na ilegalidade nunca é uma opção inteligente: você não terá acesso a crédito, seu negócio não terá uma boa imagem diante de clientes e fornecedores e existe sempre o risco de seu empreendimento receber multas pesadas ou até mesmo ser fechado, jogando pelo ralo todo investimento realizado.

Não ter planejamento

Você tem um sonho e pretende realizá-lo mesmo que seja na “cara e na coragem”, certo? Bem, se na “cara e na coragem” significa atuar na base do improviso, saiba que talvez seu empreendimento esteja fadado ao fracasso.

Planejar é sempre o primeiro passo para o sucesso: só assim você irá saber o recurso que você precisará dispor, com quais profissionais você terá que contar e quais fornecedores serão necessários. Além, é claro, de projetar o quanto e com qual velocidade sua empresa deve crescer. É possível fazer um bom planejamento mesmo para pequenas e médias empresas.

Você está preparado para abrir sua empresa? Compartilhe conosco suas expectativas e acompanhe o blog para receber novas dicas de empreendimento!